Novas publicações e o concurso Phenomena

Novas publicações e o concurso Phenomena

Nos meses de Novembro e Dezembro várias colaborações viram a luz do dia, tornando-se públicas.

  • Foi apresentado num evento muito caloroso e saboroso o projecto Pelas Tascas do Frame Colectivo, que tem a forma de um jogo e de um livro. Neste último publicam-se as fotografias e os textos de fotógrafos e escritores da cidade de Lisboa e mais além, que têm uma simpatia e um fraquinho por estes lugares tão próprios da cultura de bairro. Que são a fronteira entre o espaço público e o espaço íntimo, acolhendo e alimentando pessoas novas mas sobretudo clientes regulares e fiéis.

  • No mês de Dezembro, inaugurou a Exposição PHENOMENA, que começou por ser um concurso de fotografia (do qual integrei o júri) e que se transformou numa exposição da qual fui co-curadora e esteve patente até Fevereiro de 2020, em Évora. Organizados pelo projeto ecoVerney da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, em colaboração com a Câmara Municipal de Évora e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o apoio da CIMAC, GESAMB, IPF, CCDRA e DELTA-Cafés.
  • Desde Dezembro está disponível o número 04 da revista Hors-Champs editada por Les atelier de Traverse em Nîmes, em França. 
    A partir de algumas das fotografias da minha série “O Amor não é cego”, dez escritores escreveram um texto.