Exposição “Sobre o Amor / About love” – em Lisboa


Sobre o Amor / About Love
de Maria do Mar Rêgo e Lilla Szász

Inauguração 04.11 das 17h às 20h.
Galeria Imago Lisboa /// 05.11 a 18.12
Horário: 4.ª a sábado, das 14h30 às 18h30
Rua do Vale de Santo António, 50C – Lisboa

Esta exposição foi inaugurada na 2B Galeria em Budapeste, no dia 4 de Novembro de 2020.

O texto que se segue foi escrito pela curadora Judit Gellér, no contexto da exposição em Budapeste:

Sobre o Amor
“Ser Ascético”, “O Obsceno do Amor”, “Elogio das Lágrimas”. São alguns títulos de capítulos do livro Fragmentos de um Discurso Amoroso de Roland Barthes, que descreve de forma lexical um grande leque de emoções nas relações humanas, desde os encontros às expectativas para além das fases do amor. Existem aquelas pessoas que experimentam todas essas emoções num amor de uma vida inteira, enquanto que outras conhecem essas emoções através diferentes relações, curtas ou longas.

As fotógrafas Maria do Mar Rêgo e Lilla Szász conheceram-se em Budapeste em 2018, rapidamente descobriram que ambas tinham já explorado nos seus trabalhos questões de um mesmo assunto, variado e inesgotável: o Amor. As duas séries apresentam duas perspectivas diferentes. Maria do Mar Rêgo regista o desenvolvimento da sua relação ao longo de 4 anos. Sobre a série O Amor não é cego (2011-2014) Maria do Mar diz que: “Esta série começou em 2011. O seu princípio coincide com a minha instalação em Berlim, motivada por um encontro «transformador» na minha vida. A partir desse momento, nunca deixei de tentar transcrever as emoções suscitadas por esse encontro amoroso. Trata-se aqui de um elogio do amor, princípio que deve inspirar o destino dos homens. As fotografias que compõem este conjunto são
observações das relações entre corpos e gestos, de atitudes, trejeitos, palhaçadas, movimentos expressivos do amor. Uma observação da vida do dia-a-dia, em que o nosso próprio sentimento contagia tudo”.

Lilla Szász acompanhou as histórias de amor dos seus amigos entre 2009-2018, e sobre a sua série Histórias de Amor (2008-2019) afirma: “Eu colecciono relações. Fotografo amigos, familiares, amores, desconhecido. O objectivo, o meu objectivo é e tem sido, entender o que é o amor. O que une as pessoas? Após 9 anos de trabalho entendo que não há uma resposta só. A resposta é que eu ainda não sei e não acho que algum dia venha a saber. O projecto é tão disperso e variado quanto os amores e as relações podem sê-lo. Nenhum é igual a outro, nenhum é sequer parecido. No entanto, existem algumas
semelhanças entre os nossos amores. Estas fotografias são parte do meu diário e a sua ligação são as muitas formas de um mesmo sentimento que nos une”.

Na 2B Gallery, em Budapeste, as duas séries foram apresentadas em paralelo, mas de forma diferente. Enquanto que as fotografias de Maria do Mar, postas na parede de forma clássica, refletem a linearidade de uma relação longa, as imagens de Lilla indicam a diversidade das relações: aparecendo a flutuar no espaço, criando uma floresta imaginada. As fotografias individuais evocam as várias emoções vividas pelos retratados. “O Corpo do outro”, “Ideias para solucionar”, “Identidades”, “As Imagens”.