Exposição “Sobre o Amor / About love” – em Lisboa


Sobre o Amor / About Love
de Maria do Mar Rêgo e Lilla Szász

Inauguração 04.11 das 17h às 20h.
Galeria Imago Lisboa /// 05.11 a 18.12
Horário: 4.ª a sábado, das 14h30 às 18h30
Rua do Vale de Santo António, 50C – Lisboa

Esta exposição foi inaugurada na 2B Galeria em Budapeste, no dia 4 de Novembro de 2020.

O texto que se segue foi escrito pela curadora Judit Gellér, no contexto da exposição em Budapeste:

Sobre o Amor
“Ser Ascético”, “O Obsceno do Amor”, “Elogio das Lágrimas”. São alguns títulos de capítulos do livro Fragmentos de um Discurso Amoroso de Roland Barthes, que descreve de forma lexical um grande leque de emoções nas relações humanas, desde os encontros às expectativas para além das fases do amor. Existem aquelas pessoas que experimentam todas essas emoções num amor de uma vida inteira, enquanto que outras conhecem essas emoções através diferentes relações, curtas ou longas.

As fotógrafas Maria do Mar Rêgo e Lilla Szász conheceram-se em Budapeste em 2018, rapidamente descobriram que ambas tinham já explorado nos seus trabalhos questões de um mesmo assunto, variado e inesgotável: o Amor. As duas séries apresentam duas perspectivas diferentes. Maria do Mar Rêgo regista o desenvolvimento da sua relação ao longo de 4 anos. Sobre a série O Amor não é cego (2011-2014) Maria do Mar diz que: “Esta série começou em 2011. O seu princípio coincide com a minha instalação em Berlim, motivada por um encontro «transformador» na minha vida. A partir desse momento, nunca deixei de tentar transcrever as emoções suscitadas por esse encontro amoroso. Trata-se aqui de um elogio do amor, princípio que deve inspirar o destino dos homens. As fotografias que compõem este conjunto são
observações das relações entre corpos e gestos, de atitudes, trejeitos, palhaçadas, movimentos expressivos do amor. Uma observação da vida do dia-a-dia, em que o nosso próprio sentimento contagia tudo”.

Lilla Szász acompanhou as histórias de amor dos seus amigos entre 2009-2018, e sobre a sua série Histórias de Amor (2008-2019) afirma: “Eu colecciono relações. Fotografo amigos, familiares, amores, desconhecido. O objectivo, o meu objectivo é e tem sido, entender o que é o amor. O que une as pessoas? Após 9 anos de trabalho entendo que não há uma resposta só. A resposta é que eu ainda não sei e não acho que algum dia venha a saber. O projecto é tão disperso e variado quanto os amores e as relações podem sê-lo. Nenhum é igual a outro, nenhum é sequer parecido. No entanto, existem algumas
semelhanças entre os nossos amores. Estas fotografias são parte do meu diário e a sua ligação são as muitas formas de um mesmo sentimento que nos une”.

Na 2B Gallery, em Budapeste, as duas séries foram apresentadas em paralelo, mas de forma diferente. Enquanto que as fotografias de Maria do Mar, postas na parede de forma clássica, refletem a linearidade de uma relação longa, as imagens de Lilla indicam a diversidade das relações: aparecendo a flutuar no espaço, criando uma floresta imaginada. As fotografias individuais evocam as várias emoções vividas pelos retratados. “O Corpo do outro”, “Ideias para solucionar”, “Identidades”, “As Imagens”.

Ano Novo / Algum trabalho

Ano Novo / Algum trabalho

Foi um ano muito estranho mas muito ocupado.
Entre vários projectos tenho estado a trabalhar num levantamento fotográfico sobre o impacto da Covid-19 no Alentejo, uma encomenda da Direcção Regional da Cultura do Alentejo a quatro fotógrafos da região. Este projecto conta com a curadoria de Rui Prata.

.

Novas publicações e o concurso Phenomena

Novas publicações e o concurso Phenomena

Nos meses de Novembro e Dezembro várias colaborações viram a luz do dia, tornando-se públicas.

  • Foi apresentado num evento muito caloroso e saboroso o projecto Pelas Tascas do Frame Colectivo, que tem a forma de um jogo e de um livro. Neste último publicam-se as fotografias e os textos de fotógrafos e escritores da cidade de Lisboa e mais além, que têm uma simpatia e um fraquinho por estes lugares tão próprios da cultura de bairro. Que são a fronteira entre o espaço público e o espaço íntimo, acolhendo e alimentando pessoas novas mas sobretudo clientes regulares e fiéis.

  • No mês de Dezembro, inaugurou a Exposição PHENOMENA, que começou por ser um concurso de fotografia (do qual integrei o júri) e que se transformou numa exposição da qual fui co-curadora e esteve patente até Fevereiro de 2020, em Évora. Organizados pelo projeto ecoVerney da Escola de Ciências e Tecnologia da Universidade de Évora, em colaboração com a Câmara Municipal de Évora e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o apoio da CIMAC, GESAMB, IPF, CCDRA e DELTA-Cafés.
  • Desde Dezembro está disponível o número 04 da revista Hors-Champs editada por Les atelier de Traverse em Nîmes, em França. 
    A partir de algumas das fotografias da minha série “O Amor não é cego”, dez escritores escreveram um texto.

 

As últimas notícias

As últimas notícias

Já estão à vista as primeiras fotografias que resultam da primeira parte da residência em Santiago de Compostela, a convite de Cuarto Pexigo . No decorrer da minha residência fiz uma exposição em tenda cuartopexigo e dei uma conferência no Centro Galego de Arte Contemporánea (CGAC) integrado na sessão daquele mês do Fotoforum Compostela. Foi encantador!

Entretanto, tive o privilégio de integrar o júri do Concurso de Fotografia Phenomena 2019, cuja exposição dos vencedores e fotografias distinguidas terá lugar no mês de Setembro.

E em Maio, com Marine Delouvrier (artista e arquitecta, membro-artista da Casa de Velázquez em 2018-2019) fizemos uma imersão em território espanhol, para o que poderá ser um projecto a quatro mãos de grande envergadura. Um projecto em que a toponímia e os seus ecos são o ponto de partida.

Conferência Monat der Fotografie > Off Berlin 2018

Conferência Monat der Fotografie > Off Berlin 2018
Dia 14 de Outubro de 2018

Mesa-redonda sobre “Artistas europeus em residência”, durante o Monat der Fotografie > Off 2018 , em Berlim. Organizado por Eva Gravayat.

Participantes:
Malcolm Dickson
 (Street Level Photoworks Glasgow) 
and the photographers:
Doro Zinn (Residency Exchange Programm Photographic Parallels in Glasgow)
Robert Henderson (Residency Exchange Programm Photographic Parallels in Berlin)
Maria Do Mar Rego (Residencies Casa de Velázquez in Madrid and Budapest Galéria)
Stephanie Steinkopf (Residency Goethe Institut Helsinki und Helsinki International Artist Program, Finland).